Página Inicial Vendas InternacionaisParcelamento para quem vende no Chile, Peru, México, Colômbia e Brasil

Parcelamento para quem vende no Chile, Peru, México, Colômbia e Brasil

Oferecer opções de parcelamento com ou sem taxa para os compradores é uma maneira de proporcionar mais possibilidades de pagamento e, é claro, aumentar as chances de vendas.

Por isso, se você vende para países como Chile, Peru, México, Colômbia e Brasil, pode aproveitar as vantagens dessa modalidade e oferecer o parcelamento nas respectivas moedas. Confira como funciona!

Parcelamento para o seu comprador 

Escolha a opção Pagamento parcelado padrão e personalize o plano de pagamento determinando a quantidade de parcelas que deseja oferecer. Assim, você poderá visualizar quais valores cada uma delas terá.

Os juros são definidos e negociados entre o comprador e o banco.

pgmtochileperuBR.gif

Cada parcela deverá ter sempre um valor mínimo de 50 CLP (Pesos Chilenos), 3 PEN (Nuevo Sol), 100 MXN (Pesos Mexicanos), 1 COP (Pesos Colombianos) ou 8 BRL (Reais).

Para os casos de ofertas À VISTA, o parcelamento será feito automaticamente pela nossa plataforma, oferecido ao cliente final, e não terá custos para o Produtor. 

Caso o Produtor tenha restrições em relação ao parcelamento, deverá configurar a oferta assinalando a opção 1X, ou seja, uma única parcela. E desta forma, o cliente só terá a opção de quitar o valor integral do produto. Independentemente da quantidade de parcelas, nossos(as) Produtores(as) poderão sacar o valor total da compra.

Agora, com as novas opções de parcelamento, não haverá mais a possibilidade de cadastrar novas ofertas smart installment para essas moedas, apenas manter as já existentes. E no caso de produtos por assinatura, os parcelamentos permanecerão como de costume, cumprindo sempre as regras habituais desta opção de pagamento.

Caso tenha alguma dúvida relacionada ao novo parcelamento, faça uma solicitação em nosso Suporte com o assunto PARCELAMENTO. Nossa equipe está à disposição para te ajudar.

Essa informação te ajudou?

Precisa falar com a gente?

Se nossos artigos não te ajudaram, entre em contato e vamos responder assim que possível